QUER CONTRIBUIR?

Ainda não é cadastrado?
Você pode fazer a diferença!

CADASTRE-SE!

CADASTRE-SE

ok

Cadastro realizado com sucesso!

VEJA AS IDEIAS QUE JÁ FORAM PUBLICADAS

enviar sua ideia
Anderson Guimpel

Invista em tecnologia e inovação!

Tributação e gastos públicos: Nunca irão diminuir, sempre irão crescer, então diminua sua contribuição, Invista em tecnologia e inovação.
Infraestrutura: Sempre estaremos 20 anos atrás, então diminua sua necessidade de utilização, observe à logística e consuma menos deste meio, Invista em tecnologia e inovação.

Burocracia: Necessária como ferramenta de controle, porem quanto menor a interferência humana mais eficaz e eficiente, “computador (*) não pensa, apreende”, Invista em tecnologia e inovação.

Financiamento: Reduza para margens realmente sustentáveis o mundo passa por um alinhamento econômico, em breve teremos terremotos financeiros, e novamente vai tentar nos convencer a pagar de novo. Invista em tecnologia e inovação.

Comercio exterior: No Brasil hoje? O maior crime que existe! Porem ainda necessário devido à incapacidade política de mudar o consciente coletivo, falo por “MINAS GERAIS” feche as fronteiras com taxas para produtos não manufaturados e abra as comportas para manufaturados (*). Invista em tecnologia e inovação.

Micro e pequenas empresas: Lembre-se você também e responsável pela distribuição de renda, gaste preferencialmente com empresas de micro e pequeno porte (elas gastaram com as grandes, porem pelo volume de compra, são mais fortes nas negociações de preço e prazos) que estejam próximas a sua residência desenvolva seu bairro, assim você gera emprego e renda e com isso diminui a violência e aumenta os investimentos públicos na região (Mobilize seus vizinhos divulgue esta meta) COBRE da empresa, compre marcas desconhecidas e ligue para elogiar se gostar do produto e ainda mais se não gostar, EXIJA dos políticos a criação de uma LEI de responsabilidade solidaria no comercio, ou seja, quem vende também e responsável pelos danos caudados a outrem por ma qualidade do produto em sua composição (*). Invista em tecnologia e inovação.

Relações no Trabalho: Meu Deus, quando irão entender que a cobrança de impostos sobre proventos e andar para trás (cobrem do lucro liquido), enfim, imagine os encargos trabalhistas de +- 86% para 20% os outros 66% seriam acrescidos ao seu salário, à empresa não iria gostar? Mentira, para empresa quanto mais o colaborador estiver satisfeito, quanto melhor for à vida dele, mais ele se dedica para manter sua zona de conforto, A empresa precisa se livrar de amarras das leis trabalhistas, invista em talentos não em simples “FORMADOS” (Difícil não e ser FORMADO e ser BACHAREL), As empresas e profissionais tem o direito de se apaixonar e comprarem os sonhos uns dos outros e a gestão de pessoas e tanto ou mais importante que o CRM, a empresa tem de saber aonde seu colaborador quer chegar e investir em seu Plano de carreira sem PISOTEAR SEUS PLANOS DE VIDA (FAMÍLIA), por enquanto, Invista em tecnologia e inovação.

Macroeconomia do alto crescimento: (peço licença ao estudo para falar sobre) O que seria Macro sem Nano, acrescente investimentos gerais (saúde, educação, etc) a Nano impulsiona a Micro, não tentem formalizar o informal, deixe isto acontecer naturalmente, quando um profissional informal for capacitado e entender que esta perdendo mercado vai querer mudar isto, agora o SEBRAE e BNDES deveriam apoiar a nano, o sistema de consultoria do SEBRAE e um começo, e por que não investir em boas ideias e necessidades locais, monitorando e auxiliando nas decisões e capacitando os nano empreendedores; o calculo e fácil, quando a economia local cresce os investimentos aumentam o desemprego diminui a criminalidade diminui e outros aspectos melhoram. Invista em tecnologia e inovação.

Meio Ambiente: A propriedade mais importante que temos esta sendo vendida e não teremos lucro (*) algum (exemplo à mata atlântica) temos de investir pesado na matriz tecnológica verdadeiramente sustentável de energia, “NÃO ADIANTA INVESTIR EM COMPUTADORES POTENTES, SE O PRINCIPAL ELE NÃO TIVER, UMA TOMADA ENERGIZADA AO LADO” hoje somos escravos da energia se ele falhar tudo ira parar, o DESPERDÍCIO e o pior problema, gerar mais e fácil, difícil e gerar e utilizar com eficácia e eficiência. Precisamos proteger o Meio Ambiente de maneira equilibrada, lembre-se BOM SENSO. Invista em tecnologia e inovação.

Segurança Jurídica: Como oferecer o que não se tem? O senso jurídico no Brasil e de vingança! Precisamos mudar esta matriz, o sistema jurídico tem de ser o fim de uma relação e não o começo, hoje um processo e o começo da discussão de um desentendimento e deveria ser o fim, depois de esgotadas todas as alternativas, isto e fato que tem por causa e consequência as leis que dão margem ao “talvez” ou “não e bem assim” veementemente usados, ELABOREM UMA LEI DE RESPONSABILIDADE SOLIDARIA (MEDIO PRAZO) da causa e consequência urgente e multas por capacidade de detectar a ameaça (PERGUNTE-ME COMO) ate como ultima instância o processo jurídico. A Solução em longo prazo e a igualdade de direitos e deveres pela capacidade. Invista em tecnologia e inovação.

Enfim, investir em Educação, tecnologia, inovação, A empresa precisa financiar novos CIENTISTAS e remunera-los adequadamente, fundem o “VAMOS CONVERSAR” criem as “OLIMPIADAS DAS IDEIAS” (todos os participantes devem ter o direito exclusivo sobre sua propriedade intelectual) criem os laboratórios remunerados, visitem o MIT, o futuro esta em nuvem e tudo será copiado, imediatamente, portanto invistam no inimaginável, acreditem no que parecer impossível, acredite nas ideias que parecerem malucas para você, (imagine o que pensariam hoje se não tivessem acreditado) e estudem o HOW TO. APOIE o improvável, INICIEM realmente a era do sustentável criando a Cadeia de Processos Inteligentes (INOVE), onde profissionais de todas as áreas serão premiados por estudos e o mais ainda se conseguirem executar sua teoria. Invista cada dia mais em tecnologia e a única maneira de ser competitivo, tecnologia não são somente computadores, e também pessoas processos etc... Lembre-se existe uma diferença entre ser competitivo e estar competitivo.


Atenção o Dragão Chinês chegou e entenda ate agora devido a nossas proteções só nos afetou a fumaça de suas narinas, olhem o estrago que sofreram as economias europeias, que tinham uma proteção mínima por acharem que sempre estaria o topo dominando a tecnologia da cadeia de produção e transformação, diziam deles; - A China há, nunca serão, e agora? Eles são! A China não deve ser temida, pois existem erros no seu crescimento que nos completam e erros aqui que completam os deles, portanto, Treine logo sua Espada Justiceira pois entramos na Era da visão alem do alcance!

Enfim, eu poderia argumentar por horas sobre minhas convicções, que estão abertas a qualquer grande dialogo a respeito.
Invista em tecnologia e inovação, apoiem iniciativas como esta.

Força sempre!
Anderson Guimpel

(*) existe um ponto de vista mais abrangente, aqui não menciono senão iria ficar maior.
(*) Respeite a palavra Equilíbrio! O ser humano não busca a perfeição! Eficácia e Eficiência!

E você, o que pensa disso?
Para comentar sobre essa ideia faça seu login ou cadastre-se

1 comentários

CNI disse: 20-08-2012

Anderson, obrigado por sua participação. Compartilhe sua ideia com os amigos e os convide a votar. Abraços.

TERMO DE USO

Os sites www.industriatempressa.com.br e www.aindustriatempressa.com.br fazem parte de uma campanha da Confederação Nacional da Indústria e oferecem informações sobre o cenário da economia e da indústria brasileira e um serviço de criação e repositório de ideias sobre o assunto, a partir da integração de diversas fontes de conteúdo.

Para a publicação de ideias do usuário sobre competitividade industrial, o site solicita o envio de informações pessoais, como nome completo e e-mail. O envio dos dados representa a aceitação expressa e irrestrita dos termos de uso abaixo descritos.

O visitante poderá usar este site apenas para finalidades lícitas. Este espaço não poderá ser utilizado para para publicar, enviar, distribuir ou divulgar conteúdos ou informação de caráter difamatório, obsceno ou ilícito, inclusive informações de propriedade exclusiva pertencentes a outras pessoas ou empresas, bem como marcas registradas ou informações protegidas por direitos autorais, sem a expressa autorização do detentor desses direitos. Ainda, visitantes não poderão usar o site para obter ou divulgar informações pessoais.

A CNI empenha-se em manter a qualidade, atualidade e autenticidade das informações do site, mas não se responsabiliza por eventuais falhas nos serviços ou inexatidão das informações oferecidas. O usuário não deve ter como pressuposto que tais serviços e informações são isentos de erros ou serão adequados aos seus objetivos particulares. A CNI tampouco assume o compromisso de atualizar as informações, e reserva-se o direito de alterar as condições de uso a qualquer momento.

O acesso ao site é gratuito. A CNI poderá, a seu exclusivo critério e em qualquer tempo, modificar ou desativar o site, bem como limitar, cancelar ou suspender seu uso ou o acesso.

É responsabilidade do usuário visitar regularmente esta página e consultar os termos então vigentes.